Escolas do Rio adotarão novas medidas de segurança

A secretária municipal de Educação do Rio de Janeiro, Cláudia Costin, anunciou hoje diversas medidas para reforçar a segurança nas escolas. A rede municipal contratará 1844 inspetores, para que cada escola tenha um por andar, e haverá pelo menos um porteiro por instituição. Os visitantes serão obrigados a usar crachás de identificação e serão instaladas câmeras de vigilância nas unidades em que o serviço for solicitado.

MARCELA GONSALVES, Agência Estado

19 de abril de 2011 | 14h55

O anúncio é feito duas semanas após o massacre na escola Tasso da Silveira, em Realengo. As medidas foram sugeridas por professores e funcionários das escolas municipais em uma reunião realizada no último dia 13. Segundo a secretária, outras propostas ainda estão sendo analisadas.

Mais conteúdo sobre:
educaçãosegurançaRio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.