Escolas passarão a ter aulas de história afro e indígena

Os alunos do ensino fundamental e médio das escolas públicas e particulares do País passarão a ter aulas de história e cultura afro-brasileira e indígena. A lei que oficializa a nova disciplina foi sancionada hoje pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e passa a vigorar a partir de hoje, com a publicação no Diário Oficial da União (DOU). Mas, segundo o Ministério da Educação ( MEC), a implementação nas instituições de ensino depende do desenvolvimento do material didático e da formação de professores para ministrar a nova matéria. A legislação anterior previa a obrigatoriedade do ensino sobre história e cultura afro-brasileira. De acordo com o MEC, a proposta sancionada ontem é também destacar a contribuição dos índios na formação social, econômica e política brasileira.

ANA LUÍSA WESTPHALEN, Agencia Estado

11 de março de 2008 | 16h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.