Escolha de Ryan como vice de Romney teve pouco impacto em pesquisa

A escolha do deputado Paul Ryan como candidato a vice-presidente dos EUA pelo Partido Republicano teve pouco impacto imediato sobre a disputa, segundo pesquisa Reuters/Ipsos divulgada na segunda-feira.

Reuters

13 de agosto de 2012 | 16h53

A escolha não alterou a opinião que 51 por cento dos entrevistados têm do pré-candidato presidencial Mitt Romney, virtual adversário do presidente Barack Obama na eleição de 6 de novembro.

Outros 26 por cento disseram que passaram a ver Romney de forma mais favorável depois da indicação do parlamentar conservador, no sábado, ao passo que 23 por cento passaram a ver o pré-candidato republicano de forma mais negativa.

A pesquisa foi feita pela Internet, entre os dias 11 e 13 de agosto, junto a 508 eleitores registrados. O intervalo de credibilidade da pesquisa é de 5,1 pontos percentuais para mais ou menos.

(Reportagem de Andy Sullivan)

Mais conteúdo sobre:
EUAELEICAORYANPESQUISA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.