Escritor fala sobre formação acadêmica

Segundo dia de debates do Estadão.edu, na Livraria Cultura, reúne Milton Hatoum e a executiva Denise Damiani

, O Estado de S.Paulo

17 de junho de 2010 | 00h00

      O escritor Milton Hatoum e a executiva da consultoria Accenture Denise Damiani dão continuidade hoje ao ciclo de debates do suplemento de educação Estadão.edu no Teatro Eva Herz da Livraria Cultura, no Conjunto Nacional (Avenida Paulista, 2.703). O evento, com entrada gratuita, tem início às 12h30.

Formada na Escola Politécnica da USP, Denise participou do início das atividades de três empresas de telecomunicações no Brasil. Hatoum é articulista do Estado e tem quatro romances publicados.

A série começou ontem com o economista Eduardo Gianetti da Fonseca e a consultora de gastronomia Ana Soares. Amanhã, será a vez do biólogo Fernando Reinach debater com o público. Também colunista do jornal, ele fez várias pós-graduações no exterior, participou da pesquisa do genoma no País e foi diretor do Grupo Votorantim. Inspirado na seção Coisas Que eu Queria Saber aos 21, o ciclo marca a segunda edição do Encontros Estadão & Cultura.

"A grande virtude de um evento como esse é despertar na imaginação do jovem um pouco da riqueza das possibilidades que o mundo oferece", comentou Gianetti, que se formou em Economia e Ciências Sociais na USP, fez PhD na Universidade Cambridge, Inglaterra, e escreveu nove livros.

Para Ana Soares, as pessoas devem sempre ter coragem para avaliar os caminhos oferecidos pela vida. Ela, por exemplo, formou-se em Arquitetura na USP, morou em Paris nos anos 70 e hoje é responsável pelo cardápio de cerca de 60 bares e restaurantes de São Paulo. "É prazeroso saber que um percurso tão tortuoso como o meu tenha algo a acrescentar para quem assistiu ao debate."

Acompanhe o evento pelo Twitter: @estadaopontoedu.

PROGRAMAÇÃO

Hoje

12h30

O escritor e colunista do Estado Milton Hatoum e a executiva da consultoria Accenture Denise Damiani

Amanhã

12h30

O biólogo e colunista do Estado Fernando Reinach

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.