Estácio fará oferta de ações estimada em R$623 mi

A Estácio Participações vai realizar uma oferta subsequente de ações primária e secundária estimada em 623 milhões de reais, informou a rede de ensino privado nesta segunda-feira.

Reuters

03 Dezembro 2012 | 16h07

A empresa informou ter feito pedido de análise prévia para a oferta junto à Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima).

Os acionistas vendedores da oferta secundária são o Private Equity Partners C e o fundo de investimentos em participações GPCP4, que segundo informações do site da Estácio juntos detém participação de 19 por cento na companhia.

O coordenador-líder da oferta no Brasil será o Credit Suisse, que atuará ao lado do Itaú BBA e do Bank of America Merrill Lynch. A emissão também terá esforços para colocação no exterior, para investidores institucionais qualificados, segundo fato relevante.

A companhia não informou o número de ações que serão ofertadas.

A destinação dos recursos da oferta primária tem como principal objetivo financiar sua expansão, inclusive por meio de aquisições e expansão do segmento de ensino à distância.

Também prevê o crescimento orgânico por meio de investimentos em novos campi e expansão das unidades atuais com o incremento de salas e laboratórios, de acordo com o documento.

Logo após a divulgação da emissão, as ações da Estácio passaram a cair mais de 6 por cento na Bovespa. Às 15h36 (horário de Brasília), os papéis recuavam 7,28 por cento, cotados a 36,30 reais. As ações não fazem parte do Ibovespa, que subia 1,13 por cento no mesmo horário.

(Por Juliana Schincariol)

Mais conteúdo sobre:
EDUCAO ESTACIO FOLLOWON LEGAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.