Acervo/Estadão
Acervo/Estadão

Estadão completa 145 anos

Veja a primeira edição do jornal e conheça 10 fatos curiosos sobre sua história

Liz Batista, Acervo Estadão

04 de janeiro de 2020 | 07h04

Fundado em 1875 para defender ideais republicanos o Estadão nasceu quando o País ainda vivia sob a monarquia de D. Pedro II. Em 4 de janeiro daquele ano, uma segunda-feira, A Província de S. Paulo começou a circular em São Paulo. Com uma tiragem de 2.025 exemplares, o jornal contava com quatro páginas, duas delas dedicadas aos anunciantes.

Uma apresentação foi publicada na capa, nela o diário se propunha a "offerecer à provincia de S.Paulo campo livre aos debates tão necessarios para solução de problemas importantes que interessem a seu desenvolvimento moral e material", e firmava o compromisso de "fazer da independência o apanágio sua força". Mas, alertava que sua imparcialidade não seria "a imparcialidade do silêncio."

Você sabia? 

1) O Estadão é o segundo jornal mais antigo do País em circulação

2) O jornal cobriu todas as eleições presidenciais do Brasil e a cobertura pode ser vista aqui

3) O livro Os Sertões (1902), clássico literatura brasileira, nasceu nas páginas do Estadão. A obra de Euclides da Cunha teve como origem a cobertura da Guerra de Canudos feita pelo jornal. Euclides  foi o correspondente do Estadão no sertão baiano, testemunhou o desenrolar do conflito e o narrou em telegramas ao jornal. Os telegramas eram publicados diariamente no Estadão

 

4) Outro clássico, a obra O Saci (1921) foi inspirada num inquérito sobre o personagem folclórico publicado no Estadão. O escritor de Monteiro Lobato, autor do clássico infantojuvenil, reuniu relatos de leitores sobre as histórias de saci em suas regiões. Os leitores enviam cartas contando seus causos e elas eram publicadas no jornal

5) O compositor e músico Chico Buarque estreou como escritor no Estadão. O ganhador do prêmio Camões do ano passado fez seu debute no Suplemento Literário em 1966

6) Durante a ditadura militar, o jornal recusou-se a exercer censura prévia e teve censores instalados na sua redação. As notícias impedidas de circular foram preservadas e podem ser acessadas através de seu acervo digital, aqui

7) As principais façanhas da aviação estão registradas no jornal desde o século de 19. Numa rara entrevista, Santos Dumont, inventor considerado o pai da aviação, disse ao jornal em 1916 que acreditava que, no futuro, o avião seria usado como um meio de transporte para passageiros.  

8) A necessidade da criação da USP, a maior universidade do Brasil, surgiu como apontamento de uma estudo sobre a situação do ensino no Estado de São Paulo, desenvolvida pelo Estadão em 1926. A pesquisa mostrou  a pobreza da escola secundária como um dos aspectos mais calamitosos do atraso brasileiro. Foi ele a base das conversas, que culminariam na ideia de Julio de Mesquita Filho e de seu grupo de criar a Universidade de São Paulo.

9) Para promover a cultura na cidade de São Paulo, o Estadão construiu junto à sua sede um dos primeiros teatros da capital, o “Theatro Boa Vista”, em 1916.

10) O jornal tem um histórico de apoio ao esporte. Antes da primeira corrida da São Silvestre, em 1925, reunir competidores nas ruas da cidade, a Taça Estadinho, uma prova de “pedestrianismo” foi organizada pelo Estadão e disputada pela primeira vez em 1918. Orgulho do esporte nacional, a então jovem tenista, Maria Esther Bueno (1939-2018) contou com patrocínio do jornal para competir em Wimbledon em 1959, onde venceu seu 1º Grand Slam e voltou com a taça para casa.

 

# Assine |  # Licenciamento de conteúdos Estadão

# Siga: twitter@estadaoacervo | facebook/arquivoestadao | instagram

 

Tudo o que sabemos sobre:
Estadão [O Estado de S. Paulo]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.