Estado de Ariel Sharon continua piorando, diz hospital

O estado de saúde do ex-primeiro-ministro israelense Ariel Sharon, em coma desde que sofreu um derrame em 2006, continua se deteriorando, disse nesta segunda-feira o hospital onde ele está internado.

Reuters

06 de janeiro de 2014 | 09h01

Em boletim médico divulgado diariamente desde que a condição do político de 85 anos se agravou, na semana passada, Zeev Rotstein, diretor do Centro Médico Sheba, disse que o sistema cardiovascular de Sharon está estável, mas que a função de outros órgãos estão gradativamente se deteriorando.

"Exceto por um milagre, sua condição irá piorar dia a dia", disse Rotstein. "Estamos continuando a descrever sua condição como crítica, com perigo imediato à sua vida."

Ele disse que os dois filhos de Sharon permanecem ao lado dele.

O conservador Sharon, um dos mais famosos generais do país, sofreu o derrame enquanto governava Israel. No ano anterior, ele havia surpreendido aliados e adversários ao retirar tropas e colonos da Faixa de Gaza.

(Reportagem de Jeffrey Heller)

Mais conteúdo sobre:
ISRAELSHARONBOLETIM*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.