'Estado' renova projeto gráfico, lança cadernos e amplia portal

A partir de domingo, 14, jornal ganha novos conteúdos; 'estadao.com.br' terá funções e design inovadores

estadao.com.br,

07 de março de 2010 | 03h46

O Estado inicia no próximo fim de semana dois movimentos simultâneos de renovação, na internet e no papel. Eles acompanham as mais modernas tendências mundiais e oferecem aos editores melhores recursos para que os leitores recebam informações cada vez mais bem organizadas, tanto no território online quanto no impresso.   Veja também:  No 'Sabático', todas as razões para cultivar o tempo da leitura  Caderno resgatará suplemento que marcou época O jornal terá nova tipografia, com fontes que tornam a leitura mais agradável, e avançados recursos gráficos que aprimoram a organização da página, explicitando ao leitor o que é notícia, análise ou informações complementares. As imagens, tanto fotografias quanto infográficos, serão valorizadas. Novos cadernos serão lançados.O site estadao.com.br será totalmente reformulado. Além de novo design e nova lógica de navegação, o site amplia seu cardápio de conteúdos em vídeo e áudio, a interação com os internautas e a conexão com redes sociais e comunidades. "Os avanços no papel e no digital se sustentam em nossa crença na convivência entre as mídias", diz Ricardo Gandour, diretor de Conteúdo do Grupo Estado. A intenção é estar todo o tempo perto do leitor, em todas as plataformas. "O Grupo Estado trabalha com o conceito de relógio da notícia: a Agência Estado é o "segundo" (a notícia de altíssima velocidade); o estadao.com.br e a Rádio Eldorado são "o minuto" (notícia em alta velocidade) e o Estadão e o Jornal da Tarde, o "dia" (menor velocidade, mas com a vantagem de analisar, repercutir e ampliar notícias das outras plataformas)." Para ajudar a definir as mudanças mais adequadas foi contratada a empresa de consultoria e estratégia editorial Cases i Associats, responsável também pelo redesenho de 2004.O projeto de redesenho começou em julho de 2009 e foi anunciado aos leitores em janeiro. Coordenado por Roberto Gazzi, editor-chefe do Estado, e por Pedro Doria, editor-chefe de Conteúdos Digitais, envolveu uma equipe de 27 profissionais que, com apoio de toda a redação, elaborou as mudanças que começarão a chegar às mãos, aos computadores e aos celulares dos leitores a partir de sábado, com a publicação do novo caderno Sabático. No domingo, entra no ar o novo estadao.com.br.Com navegação mais clara, design elegante e valorização do espaço de vídeos e fotografias, a página inicial do estadao.com.br segue o conceito europeu de organização. Sempre com duas colunas - uma para o noticiário importante, outra para tudo o que é interessante. Pedro Doria diz que a reformulação do portal tem dois objetivos. "O primeiro é encarar cada editoria como uma comunidade, seja política ou economia, cultura ou tecnologia", afirma. O segundo é aproximar o site das redes sociais, "que já movimentam alguns dos diálogos mais interessantes da web".O impresso ganhará novos cadernos e seções e ficará mais agradável de ler, diversificado, analítico. "Conversamos muito internamente, visitamos redações em vários países, fizemos muitas pesquisas e filtramos o que mais se adequava ao nosso caso", explica Roberto Gazzi. TipografiaAs informações serão distribuídas de maneira que cada gênero jornalístico seja imediatamente identificado pelo leitor. "Análises, opiniões, cada tipo de texto ganhou uma identidade clara", explica o diretor de Arte do Grupo, Fabio Sales. Para aumentar o conforto de leitura, será adotada uma tipografia exclusiva. O designer português Mário Feliciano criou as fontes Estado Headline, Estado Fine e Flama especialmente para o projeto. "As letras ficaram mais contemporâneas e vão melhorar muito a legibilidade."A prioridade do redesenho foi qualificar e ampliar o conteúdo oferecido. Destaque para a área cultural: além do Sabático, a "família" Caderno 2 vai crescer, com o C2 + música, aos sábados, e o Caderno 2 Domingo.Todos os suplementos receberam nova "roupagem" e tiveram seus conteúdos revisados. Como o novo Estadinho, que ganhou formato de gibi. "Vamos expandir o conteúdo editorial, organizando eventos e elaborando debates e publicações extras", resume Ilan Kow, editor-chefe de Publicações.No domingo, o Estado circula com um caderno de oito páginas detalhando as inovações.

Tudo o que sabemos sobre:
portalestadao.com.brprojeto gráfico

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.