Estiagem fecha portos no Alto Solimões

Três municípios da região do Alto Solimões - Tabatinga, Benjamim Constant e Tonantins - fecharam seus portos nos últimos três dias para preservar a segurança de passageiros. Ao redor desses portos só há areia e pedaços de árvores secas.

Liège Albuquerque / MANAUS, O Estado de S.Paulo

23 de setembro de 2010 | 00h00

De acordo com a assessoria da Sociedade de Navegação, Portos e Hidrovias (SNPH), que administra o porto de Tabatinga, o principal da região, há uma semana as atividades portuárias foram transferidas para uma balsa a 6 quilômetros do porto. Uma viagem de barco de Manaus até Tabatinga, que dura cinco dias, está demorando o dobro.

"O custo dos alimentos está altíssimo em Benjamim (Constant) porque os barcos com mantimentos seguem direto para a balsa-porto, e os comerciantes tem de fretar barcos pequenos para chegar até lá e trazer para o município", diz David Nunes Bemerguy, vice-prefeito de Benjamim Constant.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.