Estrada que une SC ao RS é a mais atingida, diz polícia

Cerca de 10 rodovias, entre estaduais e federais, continuam bloqueadas no Estado por conta da chuva

Elvis Pereira e Júlio Castro, estadao.com.br e O Estado de S.Paulo

25 Novembro 2008 | 18h13

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) anunciou nesta terça-feira, 25, que a situação é crítica em boa parte dos 2.305 quilômetros de estradas federais que cortam Santa Catarina. Quatro rodovias federais e nove estaduais continuam interditadas devido as fortes chuvas responsáveis pelo maior acidente climático em Santa Catarina. Os principais problemas são a queda de barreiras, alagamentos e desmoronamentos. A estrada mais atingida é a BR-101, que atravessa o litoral catarinense e leva ao Rio Grande do Sul. As outras vias danificadas foram a BR-282, entre Florianópolis e Lages, e a BR-470, região de Itajaí e Blumenau, no Vale do Itajaí.    Veja também: Chuva bloqueia 30 estradas em SC Governo federal promete ajuda de R$ 40 mi Chuva deixa 137 mil residências sem luz Defesa Civil abre conta para doações 'Em 1 minuto, eu perdi as duas', diz pai Blog ajuda moradores afetados Tragédia em Santa Catarina  Veja galeria de fotos dos estragos em SC   Número de vítimas deve subir  Para governador, será preciso muito recurso  Morador de Blumenau relata a situação    A principal ligação litorânea com o Sul do Brasil tem previsão de liberação apenas no próximo sábado. Apenas um desvio precário, de três quilômetros, está sendo utilizado por veículos de emergência e particulares de pequeno porte.   A BR-470, principal via que liga o litoral à maioria das cidades atingidas no vale do Rio Itajaí-Açu, entre elas Blumenau, Ilhota e Gaspar, e com o Oeste do Estado, está interditada em dois pontos: nos km 41 e 46 devido a queda de barreiras. A previsão de liberação é de três dias.   Mais ao norte do Estado, no quilômetro 113 da BR-101, em Itajaí, a água ainda não baixou, assim como nos km 12 e 13 no município de Garuva, praticamente na divisa com o Paraná. A rota alternativa para quem quer deixar Santa Catarina com destino ao Paraná é feita pelo município de Araquari. É preciso acessar a BR-280 passando por Guaramirim até São Bento do Sul, seguindo pela PR-420 ou seguindo para Mafra onde é possível acessar a BR-116.   A BR-282, principal acesso do litoral com a região serrana de Santa Catarina, no município de Águas Mornas, teve nesta terça-feira mais uma queda de barreira. No final da tarde, a Polícia Rodoviária Federal liberou o tráfego apenas para veículos de passeio.   A PRF mobilizou cerca 520 agentes e quatro helicópteros, três deles deslocados de Brasília, Curitiba e Recife, para efetuar os trabalhos de socorro e remoção de vítimas das chuvas. A corporação recomenda aos motoristas, sobretudo os de caminhões, que evitem viajar para o Estado enquanto as chuvas não diminuírem. Segundo a PRF, em caso de extrema necessidade, a melhor rota entre Curitiba (PR) e Florianópolis se inicia no km 57 da BR-101,no município catarinense de Araquari, onde é possível acessar à BR-280, sentido Guaramirim, e seguir até São Bento Sul ou Mafra.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.