Estradas do Rio têm feriado mais violento que o anterior

Em apenas dois dias, o feriadão de Nossa Senhora de Aparecida superou o total de mortes nas estradas federais no Estado do Rio de Janeiro registrado na operação de Sete de Setembro. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) anotou nove mortos apenas na quinta e na sexta-feira. No total do feriado anterior, foram oito vítimas. Levando em conta as rodovias estaduais, o total de mortos neste feriado sobe para 15. Na quinta e na sexta, os acidentes nas rodovias federais no Rio somaram 93, número que se aproxima do total verificado na operação montada para o Sete de Setembro, que foi de 114. Além das mortes, os acidentes nos dias 11 e 12 de outubro deixaram 30 feridos registrados pela PRF. Nas vias estaduais no Rio, houve mais seis vítimas e 29 feridos em 71 acidentes até as 8h de hoje. Uma colisão de um caminhão e uma van numa via estadual em São Pedro da Aldeia, na turística Região dos Lagos, resultou em quatro mortes. Também ocorreram vários acidentes na cidade do Rio. Um deles foi o de um ônibus urbano da linha Rio das Pedras-Barra, que bateu em um poste de energia elétrica, na Barra da Tijuca, e deixou pelo menos 15 feridos. Nas estradas federais, o acidente mais grave foi a capotagem de um Palio Weekend na BR-101, na altura do município de Itaboraí. O acidente jogou para fora do automóvel três homens, que morrerem no local. Uma mulher e uma criança de dois anos que também estavam no carro foram levadas para o Hospital de Itaboraí com lesões graves.

ADRIANA CHIARINI, Agencia Estado

13 de outubro de 2007 | 14h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.