Estradas em São Paulo têm trânsito tranquilo

Nenhuma das principais rodovias estaduais e federais dentro do Estado de São Paulo apresentavam problemas no tráfego às 7 horas desta manhã de hoje.

RICARDO VALOTA, Agência Estado

25 Junho 2011 | 07h44

O Sistema Anchieta-Imigrantes (SAI) opera no esquema padrão 5 x 5, com metade da capacidade direcionada para a Baixada Santista e a outra metade à disposição de quem viaja para a capital paulista.

Entre a 0h de quarta-feira, dia 2, e as 7 horas deste sábado, dia 25, cerca de 204 mil veículos já haviam passado pelos pedágios da Anchieta e da Imigrantes rumo ao litoral. A previsão para até o final da noite de amanhã, domingo, dia 26, final do feriadão, é de que 250 mil veículos tenham descido a Serra do Mar.

A operação 5 x 5 será mantida durante todo este sábado e só sofrerá mudanças caso haja necessidade. As principais estradas litorâneas apresentam tráfego intenso em alguns pontos, mas sem registro de congestionamento.

Acidente

Uma pessoa morreu e outra ficou ferida após caírem de moto, no início da manhã deste sábado, dia 25, na via lateral da pista sentido interior da rodovia Raposo Tavares no quilômetro 16,5, próximo à saída da avenida Escola Politécnica, região do rio Pequeno, zona oeste da capital paulista. Segundo o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), até as 7 horas o acidente não causava problemas no tráfego da rodovia.

Régis

A pista sentido São Paulo da rodovia Régis Bittencourt ficou bloqueada entre a 1h15 e 3h15 desta madrugada de sábado, dia 25, no quilômetro 397,5, em Miracatu (SP), no Vale do Ribeira, em razão de uma colisão traseira entre duas carretas. Uma delas pegou fogo e o motorista que estava na carreta que colidiu ficou gravemente ferido. O congestionamento na região, em razão do horário e por ser no sentido capital paulista, não passou de 1,5 mil metros.

Mais conteúdo sobre:
estradas SP rodovias trânsito

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.