Estrangeiro dono de pousada no Vidigal, no Rio, é encontrado morto

Nacionalidade de Mille Ballai Miuta não foi confirmada; causa da morte está sendo investigada

Mariana Sallowicz , O Estado de S. Paulo

30 Junho 2014 | 01h27

RIO - O estrangeiro Mille Ballai Miuta foi encontrado morto no sábado, 28, em sua residência, no morro do Vidigal, na zona sul do Rio. Ele era sócio da pousada Casa Alto Vidigal.

Segundo a Coordenadoria de Polícia Pacificadora, uma equipe policial da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Vidigal recebeu um chamado na rua Armando de Almeida Lima, onde está localizada a pousada, e chegando no local encontrou Miuta morto.

A Divisão de Homicídios (DH) foi chamada e, após a perícia, o corpo foi removido pelo Corpo de Bombeiros. A morte está sendo investigada.

A Coordenadoria de Polícia Pacificadora disse inicialmente que ele era suíço. Mas, posteriormente, informou que não foi encontrado nenhum documento com Miuta e, por isso, não poderia confirmar a sua nacionalidade.

Policiais que atenderam a ocorrência disseram que a identificação dele foi obtida com cartões de banco. O sócio de Miuta na pousada teria dito a esses policiais que ele era suíço. A reportagem tentou contato com o sócio na pousada, mas ele não foi localizado.

Mais conteúdo sobre:
riovidigal

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.