Estrela próxima poderia abrigar planeta como a Terra

Simulações de computador sobre as condições em quatro sistemas solares próximos do nosso, que contêm planetas do tamanho de Júpiter, mostram que pelo menos um deles poderia ter formado um mundo semelhante à Terra e com condições de abrigar vida. Um segundo sistema provavelmente tem um anel de corpos rochosos do tamanho de Marte, ou menores. Os outros dois, de acordo com as simulações, não apresentam as condições adequadas para gerar um planeta do tamanho da Terra.Cada um dos planetas se localiza num raio de 250 anos-luz da Terra. Astrônomos já sabem que cada sistema possui pelo menos dois planetas gigantes, do tamanho de Júpiter, e que migraram para bem perto da estrela principal, talvez a uma distância comparável à que separa Mercúrio do Sol.Para cada sistema, os cientistas realizaram 10 simulações computadorizadas que colocam pequenos "embriões planetários", ou protoplanetas, no sistema e vêem se essas sementes conseguem agregar mais material e formar um planeta do tamanho da Terra. Cada simulação determina as mesmas condições em cada sistema planetário, variando apenas a massa de cada protoplaneta, segundo Sean Raymond, pesquisador da Universidade do Colorado, que participou da pesquisa enquanto estava na Universidade de Washington.Raymond é o principal autor do trabalho descrevendo as simulações, publicado no Astrophysical Journal. "É estimulante que nossos modelos tenham mostrado que um planeta habitável, um planeta com massa, temperatura e conteúdo de água semelhantes aos da Terra, poderia ter se formado em um dos primeiros sistemas com muitos planetas já detectados", disse Rory Barnes, co-autor do artigo.Estudos recentes mostram que muitos sistemas planetários extra-solares têm regiões estáveis o bastante para sustentar planetas com massa variando entre a da Terra e a de Saturno. Os modelos da Universidade Washington testaram a formação de mundos nos sistemas 55 Cancri, HD 38529, HD 37124 e HD 74156.As simulações colocaram "sementes" do tamanho da Lua entre os planetas gigantes já detectados nesses sistemas e permitiram que evoluíssem por 100 milhões de anos. Nessas condições, planetas semelhantes à Terra aparecem rapidamente em 55 Cancri, às vezes com grandes quantidades de água e órbitas na zona habitável do sistema. HD 38529 parece capaz de sustentar um cinturão de asteróides e corpos com o tamanho de Marte ou menores, mas não planetas realmente semelhantes à Terra. Em HD 37124 e HD 74156, nenhum planeta se formou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.