Estudante com câncer no cérebro tira nota máxima em 'Enem britânico'

John Baxter passou por seis semanas de radioterapia depois de cirurgia complicada para retirada de tumor.

BBC Brasil, BBC

31 de agosto de 2012 | 16h03

Um estudante britânico diagnosticado com um câncer no cérebro conseguiu uma das notas máximas no exame britânico equivalente ao Enem.

John Baxter, 16 anos, descobriu que tinha um tumor maligno em dezembro de 2011 e passou por uma cirurgia complicada, na qual os médicos tiveram que abrir seu crânio para a retirada do tumor.

Enquanto se recuperava, a escola onde ele estuda em Omagh, na Irlanda do Norte, enviou as lições para John estudar em casa e fazer a prova, chamada de GCSE, obrigatória para os estudantes britânicos do ensino médio.

Anthony White, vice-diretor da escola de Baxter, conta que, mesmo fazendo radioterapia no período da manhã, o estudante ainda conseguia ir à escola durante a tarde.

Baxter já teve leucemia aos três anos de idade e passou por anos de tratamento. Desta vez, mesmo passando por seis semanas de radioterapia, John disse que não deixaria a doença arruinar seus estudos. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.