Estudante é preso por manter casa de prostituição

Um estudante de 30 anos foi preso hoje, em Juiz de Fora (MG), por manter uma casa de prostituição há sete anos. A polícia também cumpriu um mandado de prisão contra um cliente que estava no local para contratar os serviços sexuais.

EQUIPE AE, Agência Estado

14 Outubro 2011 | 19h38

Cinco prostitutas, com idades entre 25 e 35 anos, foram encontradas no imóvel e conduzidas para a delegacia juntamente com o estudante e o cliente. O proprietário da residência será autuado em flagrante pelo crime de manutenção de casa de prostituição. As mulheres serão ouvidas e liberadas.

A ação foi resultado de cerca de dez dias de investigação, iniciadas após uma denúncia anônima. Na operação foram apreendidos um notebook com várias fotografias das cinco mulheres que estavam na casa, 16 aparelhos de celulares utilizados para atender os clientes, dezenas de pacotes de preservativos masculinos, uma agenda com a contabilidade e R$ 2.050,00.

Mais conteúdo sobre:
prisão estudante casa de prostituição

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.