Estudante morreu de asfixia, aponta polícia do PR

A polícia de Londrina, no norte do Paraná, informou no final da tarde que a estudante universitária Amanda Rossi, de 22 anos, cujo corpo foi encontrado hoje no campus da Universidade Norte do Paraná (Unopar), foi morta por asfixia. Segundo os policiais, ela também recebeu um golpe na cabeça. Amanda estava desaparecida desde sábado à noite, quando participou de uma festa de ginástica e dança. O corpo foi encontrado na manhã de hoje por um zelador, na casa de máquinas da piscina. A direção da Unopar disse que, na noite de sábado, havia seguranças no campus. A reitoria afirmou que prestará todas as informações necessárias para esclarecer o crime. A polícia ainda investiga quem pode ter cometido o homicídio da estudante.

EVANDRO FADEL, Agencia Estado

29 de outubro de 2007 | 19h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.