Estudo mostra que clone humano seria diferente do original

Um possível clone humano, apesar de ser igual a seu modelo sob o ponto de vista biológico, teria identidade e personalidade diferentes, segundo estudo que será publicado em breve no Journal of Social Science and Medicine.A professora Barbara Prainsack, da Universidade de Viena, e oprofessor Tim Spector, da Unidade de Pesquisa de Gêmeos do KingsCollege de Londres, autores do estudo intitulado Twins, a cloningexperience, basearam-se em 17 entrevistas com gêmeos idênticos."Não temos clones que possamos entrevistar, mas temos gêmeosidênticos", criados quando um único óvulo é fertilizado por um únicoespermatozóide e se divide em dois embriões geneticamente idênticos,explica a doutora Prainsack."Freqüentemente, gêmeos homozigotos são muito parecidos em suapersonalidade e em seus talentos, embora às vezes isso não aconteça.Além disso, há casos de gêmeos nos quais uma doença física édesenvolvida em um irmão ou irmã e no outro, não. Isso tambémaconteceria com os clones", esclarece a professora Prainsack, ementrevista."Podemos esperar que um humano e seu clone que nasceram emdiferentes épocas e contextos possam apresentar diferenças. Alémdisso, sabemos que alimentação, exercícios e doenças podem afetarnossa aparência", explica a professora Prainsack."As pessoas são mais que o mero produto de seus genes", diz oespecialista.Ao ser perguntado se um clone de Mozart poderia ter o mesmotalento musical que o original, o professor afirmou que "tambémteria um grande talento musical, mas não se pode garantir queentraria para a história da música, como aconteceu com Mozart"."Não somos feitos somente por nossos genes, mas por nossascircunstâncias vitais. Temos uma família que apóia nosso talento?Temos a possibilidade financeira de desenvolvê-lo? O talento éresultado da soma de muitos fatores: genes, circunstâncias edesenvolvimento da personalidade", diz o especialista."Se Mozart tivesse nascido em uma família de agricultores e desdepequeno tivesse tido que trabalhar duramente no campo, é poucoprovável que tivesse desenvolvido tanto seu talento musical",afirma.De acordo com a doutora, a clonagem humana é uma possibilidade "muito distante". "Segundo o estado atual da ciência, é inimaginável que seexperimente esta técnica com humanos", afirma.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.