EUA anunciam medidas para ajudar firmas de hipoteca

Ações das duas maiores empresas do setor tiveram maior queda em 16 anos.

Da BBC Brasil, BBC

13 de julho de 2008 | 20h39

O governo americano anunciou neste domingo medidas para ajudar as maiores empresas de hipotecas dos Estados Unidos, Freddie Mac e Fannie Mae.O secretário do Tesouro, Henry Paulson, disse que o governo irá disponibilizar fundos para as empresas e, se necessário, comprar ações delas."Freddie Mac e Fannie Mãe têm um papel central em nosso sistema financeiro de habitação", disse Paulson."O apoio delas para o mercado é particularmente importante à medida que trabalhamos na atual correção habitacional", disse.O Banco Central americano, Fed, também anunciou que irá emprestar dinheiro para as duas empresas, caso elas precisem.TemorSegundo o correspondente da BBC em Nova York, Greg Wood, disse que as medidas têm o objetivo de diminuir o temor de que as empresas estão prestes a ficar sem dinheiro.As ações das duas instituições caíram quase 50% na abertura do pregão em Nova York, nesta sexta-feira. Foi a maior queda das ações dessas firmas em 16 anos. Freddie Mac e Fannie Mae são responsáveis por metade das hipotecas dos Estados Unidos e foram duramente atingidas pela desaceleração do setor imobiliário americano. As duas empresas são vitais para o mercado financeiro, uma vez que fornecem fundos para empréstimos voltados para a aquisição de imóveis, ao comprarem hipotecas e as transformarem em investimentos. Como avalistas de hipotecas, as duas companhias estão tendo que arcar com o prejuízo causado por diversos inquilinos que não honraram suas dívidas. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
Fannie Mãepaulsonhipoteca

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.