EUA autorizam uso de vírus para limpar carne

Uma mistura de seis vírus que matam bactérias pode ser colocada, de forma segura, em carne vermelha e de aves para combater infecções que matam centenas de pessoas por ano, informam autoridades sanitárias dos Estados Unidos. A mistura de vírus, chamados bacteriófagos, terá como alvo cepas da Listeria monocytogenes, de acordo com a FDA, órgão do governo americano que supervisiona o mercado remédios e alimentos. Os vírus foram criados para ser espalhados sobre produtos à base de carne prontos para comer, antes do processo de embalagem.A bactéria-alvo dos vírus causa a infecção listeriose, que pode provocar infecção grave em gestantes, crianças pequenas e adultos que estejam com o sistema imunológico enfraquecido. Estima-se que, só nos EUA, 500 pessoas morrem a cada ano por causa da bactéria. O desinfetante à base de bacteriófagos infecta apenas as bactérias e não ataca células humanas ou vegetais, de acordo com a FDA.Os vírus são cultivados numa preparação à base das próprias bactérias que deverão matar. A FDA temia que os vírus cultivados dessa forma incorporassem resíduos tóxicos das bactérias, mas testes mostraram que esse não é o caso, de acordo com a agência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.