EUA vão tirar Coréia do Norte de 'lista negra', diz agência

Os Estados Unidos informaram ao Japão que pretendem retirar neste mês a Coréia do Norte da sua lista de países patrocinadores do terrorismo, disse a agência japonesa de notícias Kyodo nesta quinta-feira, citando fontes oficiais não-identificadas. Representantes do Japão e dos EUA discutiram a questão nuclear norte-coreana na quarta-feira em Tóquio. A chancelaria japonesa disse que não comentaria imediatamente a notícia da Kyodo. De acordo com a reportagem, o diplomata norte-americano Christopher Hill, que esteve neste mês em Pyongyang para discutir o impasse, admitiu que Washington não poderia fazer da verificação da desnuclearização norte-coreana uma condição para sua retirada da lista. Também teria ficado decidido na viagem de Hill que a verificação inicial das atividades relativas ao enriquecimento de plutônio, listadas em junho por Pyongyang, será levada a cabo, de acordo com a Kyodo. Além disso, acrescentou a agência, os EUA manteriam a ajuda alimentar iniciada em junho e pediram ao Japão que ajudem nessa tarefa. Recentemente, a Coréia do Norte anunciou a intenção de recuperar seu reator nuclear de Yongbyon, que vinha sendo desativado desde novembro, como retaliação pela demora dos EUA em retirar o regime de Pyongyang da sua "lista negra". Os EUA condicionavam tal retirada à autorização para o monitoramento das atividades nucleares norte-coreanas. (Reportagem de Linda Sieg e Yoko Kubota)

REUTERS

09 de outubro de 2008 | 09h44

Tudo o que sabemos sobre:
NORCORIAEUALISTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.