Europa aumenta sanções contra Guiné

África

, O Estadao de S.Paulo

23 Dezembro 2009 | 00h00

A União Europeia decidiu ampliar as sanções contra a junta militar que governa a Guiné. Serão canceladas as exportações de alguns produtos e o visto de funcionários do governo. Relatório da ONU sobre o massacre contra civis num estádio recomenda levar os responsáveis ao Tribunal Penal em Haia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.