Europa libera uso de aparelhos eletrônicos durante voos

Os passageiros de aviões poderão usar smartphones e tablets durante todo o voo, informou a Agência de Segurança Aérea Europeia (EASA, na sigla em inglês) nesta sexta-feira, o que também pode abrir caminho para que as companhias aéreas ofereçam serviços de comunicação sem fio.

REUTERS

26 Setembro 2014 | 11h55

Os regulamentos atuais na Europa obrigam os passageiros a colocarem seus aparelhos no modo ‘voo’ para evitar que emitam sinais de rádio que possam interferir com a aeronave.

Agora a Comissão Europeia autorizou o uso do espectro móvel para comunicações 3G e 4G, que permite aos usuários navegar na Internet e mandar e-mails quando os aviões estiverem acima de três mil metros.

“A nova diretriz libera as companhias aéreas a permitirem que os eletrônicos pessoais fiquem ligados, sem necessidade de ficarem no modo voo”, declarou a EASA em um comunicado. “Esta é a mais recente medida regulatória possibilitando que se ofereçam telecomunicações ‘de portão a portão’ ou serviços de Wifi".

As novas regras, que só se aplicam às aéreas europeias, exigem que cada empresa faça seus próprios testes para garantir a segurança do uso de smartphones e tablets durante o voo, e entram em vigor já nesta sexta-feira, mas as companhias levarão algum tempo para se adaptar.

A Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos já entrou em ação para ampliar o uso de certos aparelhos eletrônicos durante os voos.

(Por Francesco Guarascio)

Mais conteúdo sobre:
GERALAVIACAOSMARTPHONES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.