Eurostar inaugura serviço de 2h15 entre Londres e Paris

'Trem verde' usará trecho novo e mais rápido no lado britânico do trajeto.

BBC Brasil, BBC

14 de novembro de 2007 | 09h10

O primeiro trem a usar a nova ferrovia de alta velocidade do Eurostar na Grã-Bretanha partiu esta manhã da estação de St. Pancras, em Londres, com destino a Paris. O trem especial, neutro em emissões de gases poluentes, ou "Eurostar Verde", como também está sendo chamado, deixou o terminal às 11h (hora local, 9h em Brasília) e deve fazer o percurso em 2h15, vinte minutos a menos do que o normal.A viagem inaugural usando os trilhos de alta velocidade coincide com a greve do setor de transportes na França. A administração do Eurostar afirmou, no entanto, que o percurso não deve ser afetado pelo movimento.Na noite desta terça-feira, o Eurostar fez sua última aparição na estação de Waterloo, no centro da capital britânica, que recebeu o último trem às 20h. O trecho inglês da linha ferroviária para trens de alta velocidade foi o último a ser concluído. O governo britânico investiu mais de US$ 11 bilhões no trecho de quase 110 quilômetros.O custo elevado foi atribuído, em parte, a grandes desafios de engenharia, que incluíram a colocação de trilhos sobre o rio Medway, sob o rio Tâmisa e por túneis sob Londres.Por causa dos novos trilhos, o Eurostar não precisará andar na mesma baixa velocidade dos trens domésticos britânicos e pode atingir velocidades de cerca de 300 quilômetros por hora. Até então, os trens percorriam o trecho francês da rota em alta velocidade, mas eram forçados a reduzir essa velocidade do lado britânico porque compartilhavam dos trilhos com serviços domésticos que serviam Londres.A estação de St Pancras deverá ser ligada, no futuro, ao local onde estão sendo construídas obras para as Olimpíadas de 2012, em Stratford, no leste de Londres.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.