Evangélico é denunciado por estupros

O pastor Reginaldo Sena dos Santos, de 59 anos, e a missionária Maria de Fátima Costa da Silva, de 58, que atuavam em Volta Redonda (RJ), são acusados pelo Ministério Público de estuprar sete meninas de 8 a 15 anos, de 2006 até o mês passado. A denúncia oferecida pela Promotoria à Justiça foi aceita nesta semana, dando início ao processo. O casal nega as acusações.

FÁBIO GRELLET / RIO , O Estado de S.Paulo

09 Março 2012 | 03h02

Santos foi preso em flagrante em 4 de fevereiro, em casa, após a Polícia Militar receber denúncia anônima de que ele abusava de crianças. Quando os policiais foram à casa de Santos, encontraram duas meninas, de 8 e 10 anos, sob sua responsabilidade desde a noite anterior. Elas confirmaram terem sido vítimas de abusos.

Segundo o Ministério Público, o pastor, conhecido pelo apelido de Ungido, estava fundando uma igreja pentecostal e tinha a confiança dos adultos do bairro, que deixavam seus filhos com ele para receber aulas de religião e música. As crianças ganhavam doces do pastor. Segundo o Ministério Público, Maria de Fátima, presa nesta semana, é amante do pastor e o auxiliava na prática dos abusos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.