Ex-atleta da seleção de handebol escapa de assalto

Margarida Conte, de 42 anos, pularam do veículo em que estavam para fugir de bandidos

Daniela do Canto e Ricardo Valota, Agência Estado

26 Novembro 2008 | 07h33

A ex-goleira da seleção brasileira de Handebol Margarida Conte, de 42 anos, e uma amiga pularam do veículo em que estavam para escapar de assaltantes armados com uma pistola, na noite desta terça, 25, na avenida Salim Farah Maluf, na zona leste da capital paulista. As duas saíram ilesas. Elas haviam parado o veículo junto a um semáforo quando foram dominadas por dois homens e uma adolescente de 16 anos, que ocupavam um carro logo atrás. Obrigadas a ir para o banco de trás, elas abriram as portas e pularam do veículo no momento em que o trio preparava-se para levá-las como reféns. O criminoso que estava ao volante do outro carro fugiu no próprio veículo. Ao verem que as vítimas haviam escapado, os assaltantes então aceleraram. Depois de serem perseguidos por cerca de 20 minutos pela Polícia Militar e baterem o veículo em vários carros, um deles ocupado por duas pessoas, e acabaram detidos na avenida Radial Leste, na região de Vila Matilde. Um dos suspeitos já tinha passagem por roubo. Segundo a polícia, os três assaltantes moram em Guaianazes, na zona leste. O caso está sendo registrado no 21º Distrito Policial, de Vila Matilde.

Mais conteúdo sobre:
violência assalto handebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.