Ex-diretor do Inpe e ministro batem boca em evento

A cerimônia de comemoração dos 51 anos do Inpe foi marcada por um bate-boca entre o ministro da Ciência e Tecnologia, Marco Antônio Raupp, e o ex-diretor do instituto Gilberto Câmara. O motivo foi o debate que ocorre no governo federal para transferir o Inpe, que responde diretamente ao MCT, para o chapéu da Agência Espacial Brasileira (AEB).

O Estado de S.Paulo

11 de agosto de 2012 | 03h02

No evento, Câmara e outros funcionários vestiram uma camiseta preta com os dizeres: "Não ao desmonte do Inpe". Ao ser citado nominalmente por Raupp, Câmara se levantou, mostrou a camiseta e começou a discursar. Mais cedo, a jornalistas, ele chamou de irresponsabilidade o que o ministro estaria fazendo, referindo-se aos rumores de que a parte de clima do Inpe poderia ficar sob responsabilidade do Ministério da Agricultura.

Raupp, que não quis falar com a imprensa, respondeu ao auditório que "não existe nem existirá desmonte do Inpe. Não sou homem de operar desmontes". Disse que a questão da AEB está em estudo e citou um movimento para aproximar o Inpe do Instituto Nacional de Meteorologia. / G.G.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.