Ex-líder do partido do governo disputa a Presidência na Argélia

Ali Benflis, ex-líder do partido governista da Argélia, anunciou no domingo que irá concorrer nas eleições de 17 de abril, as quais o presidente Abdelaziz Bouteflika tem ainda que dizer se vai disputar e buscar o seu quarto mandato.

LAMINE CHIKHI, Reuters

20 de janeiro de 2014 | 11h12

Bouteflika voltou na quinta-feira de Paris, onde passou por exames num hospital. Ele sofreu um derrame no início do ano passado.

Os aliados dizem que a saúde do presidente está boa, mas os recentes exames alimentaram especulações de que o presidente de 76 anos pode não buscar outro mandato depois de quase uma década no poder.

Benflis, de 70 anos, que perdeu para Bouteflika em 2004, disse que o seu foco será o combate a corrupção e que buscará falar para uma geração jovem ansiosa por mudança.

"O problema não é só a corrupção administrativa, mas também a corrupção política, a que garante impunidade", afirmou ele. "Esse país de jovens deve colocar o seu destino nas mãos da juventude."

Mais conteúdo sobre:
ARGELIAELEICOESCANDIDATO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.