Ex-ministro das Finanças vence eleição acirrada em Madagáscar

O ex-ministro das Finanças Hery Rajaonarimampianina venceu a primeira eleição disputada em Madagáscar desde o golpe de Estado de 2009, mas seu principal adversário denunciou uma fraude, gerando preocupações de que a ilha poderá permanecer numa crise política.

ALAIN E ILONIAINA, Reuters

03 de janeiro de 2014 | 10h11

A comissão eleitoral disse na sexta-feira que Rajaonarimampianina, candidato apoiado pelo presidente Andry Rajoelina, levado ao poder no golpe de cinco anos atrás, obteve 53,5 por cento dos votos no último dia 20.

Seu adversário Jean Louis Robinson teve 46,5 por cento, mas sua campanha apresentou cerca de 300 denúncias de irregularidades, exigindo uma recontagem das cédulas. A Justiça Eleitoral malgaxe deve se pronunciar em 19 de janeiro.

Não houve festa pelo resultado eleitoral na capital, Antananarivo, onde Rajaonarimampianina teve dificuldades para obter votos no primeiro turno. Ele pediu que "o povo malgaxe aguarde o resultado em completa serenidade".

Sobre as alegações de fraude, o candidato declarou: "É (Robinson) quem diz isso, e não o povo".

Mais conteúdo sobre:
MADAGASCARELEICAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.