Ex-namorado e produtor musical processa Lady Gaga

Rob Fusari alega que ajudou Stefani Germanotta a 'criar' Lady Gaga e a lançar sua carreira.

BBC Brasil, BBC

19 de março de 2010 | 08h48

A polêmica Lady Gaga na 52ª edição do Grammy Awards, em que levou 2 prêmios

 

Um compositor e produtor musical que alega ter ajudado a lançar a carreira de Lady Gaga co-escrevendo sucessos e garantindo um contrato com uma gravadora está processando a cantora americana.

Rob Fusari, que é citado no disco de Gaga, The Fame, alega que não recebeu sua parte nos royalties das músicas e nos ganhos com merchandising.

Na quinta-feira, ele entrou com uma ação legal no valor de US$ 30,5 milhões contra a cantora que já recebeu dois Grammys, em Nova York.

Fusari afirma que a ex-namorada o abandonou depois que sua carreira deslanchou.

O porta-voz de Lady Gaga, Dave Tomberlin, não comentou o caso.

Nos documentos apresentados, Fusari - que colaborou em Bootylicious, do Destiny's Child - afirma que conheceu Lady Gaga quando ela ainda se apresentava sob seu nome real, Stefani Germanotta, em março de 2006.

Apesar de não ter dado muita atenção inicialmente, ele percebeu seu potencial depois de ouvi-la tocar piano em seu estúdio em Parsipanny, Nova Jérsei.

Fusari afirma que passou vários meses "recriando radicalmente seu estilo" e a transformando em Lady Gaga - o nome artístico que ela adotou por sua sugestão, diz ele.

Em uma entrevista no ano passado, a estrela pop de 23 anos de idade teria dito: "Eu era Gaga desde os 19 anos, no meu primeiro contrato de disco".

"Sempre me vesti assim antes de as pessoas me conhecerem como Lady Gaga. Sempre fui assim".

Contrato de disco

Fusari alega que ele e Germanotta já estavam romanticamente envolvidos quando formaram a empresa Team Love Child LLC em maio de 2006 para promover a carreira de Gaga.

O compositor também alega que foi instrumental ao garantir o contrato de discos com a Interscope Records, que lançou o álbum The Fame em 2008. O disco vendeu mais de 3 milhões de cópias só nos Estados Unidos.

Com o fim de sua relação, Fusari afirma que os negócios da dupla entraram em colapso.

O produtor afirma que não recebeu seus 20% pelos royalties das músicas, 15% pelos ganhos com merchandising, além de outros pagamentos.

Fusari reconhece ter recebido cerca de US$ 611 mil, mas afirma que tem direito a receber muito mais.

Em janeiro, Lady Gaga recebeu dois Grammys - melhor gravação de dance por Poker Face e melhor álbum de Dance por The Fame. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC. -

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.