Ex-presidente filipino Joseph Estrada pega prisão perpétua

Ex-líder, deposto em 2001, foi condenado por ter desviado cerca de US$ 80 milhões.

BBC Brasil, BBC

12 de setembro de 2007 | 03h06

O ex-presidente filipino Joseph Estrada foi condenado nesta quarta-feira à prisão perpétua por corrupção. Estrada foi acusado de ter desviado cerca de US$ 80 milhões (aproximadamente R$ 154 milhões) na época em que comandava o país.A Justiça também ordenou o confisco de uma mansão e de mais de US$ 15,5 milhões (cerca de R$ 29,8 milhões).O ex-presidente deverá cumprir a pena em prisão domiciliar, em sua casa de campo.Ex-ator de cinema, Estrada foi deposto em 2001, em meio a violentos protestos de rua. Ele considerou o veredicto uma "decisão política".Em um julgamento separado, no qual era acusado de perjúrio, Estrada foi absolvido. Estrada nega as acusações. Ele acusa a atual presidente das Filipinas, Gloria Arroyo, e líderes da Igreja de conspiração.Um forte esquema de segurança foi colocado em operação na capital das Filipinas, Manila, durante o julgamento.Centenas de partidários do ex-presidente foram mantidos afastados do tribunal.Segundo analistas, a condenação de Estrada deverá provocar revolta principalmente entre as camadas mais pobres da população filipina, que formam a maior parte dos apoiadores do ex-presidente.Estrada ainda goza de grande apelo popular, afirmam analistas, e todo o processo de julgamento, que durou seis anos, atraiu muita atenção da mídia."Eu estive preso durante seis anos, quatro meses e 17 dias, mas graças às suas preces, ajuda e amor, eu consegui suportar tudo isso", disse o ex-presidente, em uma mensagem gravada divulgada na terça-feira, antes do veredicto do tribunal.Na mensagem, Estrada também disse acreditar que o público estava convencido de sua inocência."Qualquer que seja a decisão do tribunal, eu estou pronto, porque sei que meus compatriotas já me absolveram", disse.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
joseph estradafilipinas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.