Ex-secretário critica ação de promotoria

O deputado estadual e ex-secretário municipal do Meio Ambiente, Adriano Diogo (PT), disse ontem que não é o responsável pela autorização da construção de cemitério ao lado do Parque Toronto, área de preservação ambiental em Pirituba, zona oeste da capital. Foram derrubadas 3.318 árvores, segundo o Ministério Público. Diogo diz que a licença é dada pelo governo estadual. "Não autorizamos nem a remoção de árvores nativas."

, O Estadao de S.Paulo

24 Dezembro 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.