Ex-zagueiro recomenda ao Liverpool que enfrente o Real Madrid sem Balotelli

O Liverpool não deve escalar Mario Balotelli porque não pode se dar ao luxo de ter “passageiros” quando receber o Real Madrid pela Liga dos Campeões na quarta-feira, opinou Jamie Carragher, ex-zagueiro do Anfield.

SAM HOLDEN, REUTERS

21 de outubro de 2014 | 12h31

Balotelli, atacante da seleção italiana, só marcou um gol em nove atuações desde que trocou o Milan pelo time inglês por 16 milhões de libras esterlinas, e se mostrou frustrado em uma série de participações apagadas.

Seu desempenho medíocre na vitória de 3 x 2 de domingo sobre o Queens Park Rangers, lanterna do Campeonato Inglês, provou a Carragher que ele não deve enfrentar os campeões europeus no Grupo B.

“Ele não se movimento em campo o suficiente”, afirmou Carragher, que disputou mais de 700 partidas em todas as competições com o Liverpool, ao canal de televisão Sky Sports.

“Diante do Real Madrid você tem que animar a multidão. Tem que voltar a ser o Liverpool do ano passado, fazer aquele tipo de pressão. Precisa haver uma energia no time que não temos visto, só uma vez nesta temporada contra o (Tottenham Hot) Spurs”, disse.

“É um jogo importante e o Liverpool tem que sair dele com alguma coisa. Não pode ter nenhum passageiro diante do Real Madrid”, acrescentou.

O Liverpool ainda não mostrou a grande forma que o levou ao vice-campeonato inglês no ano passado, e atualmente está em terceiro em seu grupo na liga inglesa, tendo sofrido uma derrota chocante para o campeão suíço Basel no início deste mês.

Mais conteúdo sobre:
FUINGLESZAGUEIROBALOTELLI*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.