Executivo brasileiro é encontrado morto em Moçambique

O superintendente do Grupo Andrade Gutierrez em Moçambique, Marcelo Elísio de Andrade, de 57 anos, foi encontrado morto ontem pela manhã em sua casa em Maputo, capital do país africano. Em nota, a empresa informa que vem acompanhando as investigações da polícia local e que está tomando "todas as providências junto às autoridades locais". A causa da morte não foi esclarecida.

EQUIPE AE, Agência Estado

27 de novembro de 2011 | 15h02

Segundo a Andrade Gutierrez, as investigações devem ser concluídas nos próximos dias. O corpo do executivo deve ser liberado ainda hoje e deve chegar amanhã ao Brasil. Marcelo Elísio de Andrade atuava desde 2009 na sede da empresa em Moçambique.

Tudo o que sabemos sobre:
políciamorteMoçambique

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.