Exercício físico ajuda a manter saúde mental, diz análise

Baseando-se numa revisão de diversos estudos sobre os efeitos do exercício físico no funcionamento do cérebro em populações de humanos e de animais, pesquisadores descobriram que a atividade física pode retardar os efeitos do envelhecimento e ajudar as pessoas a manter suas capacidades mentais na terceira idade. Além disso, o treinamento - um incremento no nível de atividade física - pode melhorar alguns processos mentais até mais do que a atividade moderada, dizem os autores da revisão.As descobertas do grupo serão apresentadas na 114ª Convenção Anual da Associação Psicológica Americana (APA). Segundo os autores do trabalho, existem opiniões divergentes sobre os benefícios do exercício e da atividade física, mas eles escrevem que "nossa análise de 40 anos de pesquisa oferece evidência de que o exercício físico pode ter uma influência positiva em funções cognitivas e no funcionamento do cérebro em humanos e animais mais velhos".Os pesquisadores advertem que serão necessários mais estudos para determinar exatamente que tipos de exercício produzem os benefícios mais intensos e mais rapidamente no cérebro; quanto tempo os benefícios perduram; e quanto exercício é necessário para obter benefícios duradouros.

Agencia Estado,

11 de agosto de 2006 | 16h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.