Exército do Egito diz que suspenderá estado de emergência

O poderoso Exército egípcio disse nesta sexta-feira que suspenderá a lei do estado de emergência no país "assim que as atuais circunstâncias chegarem ao fim", concedendo a uma exigência-chave dos manifestantes contrários ao governo, mas indicando que quer as pessoas fora das ruas.

REUTERS

11 de fevereiro de 2011 | 08h41

O Exército disse em comunicado que "confirma a suspensão do estado de emergência assim que as atuais circunstâncias chegarem ao fim", uma promessa de que retiraria a lei imposta há 30 anos, que segundo manifestantes é usada para reprimir dissidências.

Também foi garantida uma eleição livre e justa, mudanças constitucionais e proteção para a nação.

Tudo o que sabemos sobre:
EGITOEMERGENCIASUSPENDE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.