Exigências do consumidor é parâmetro para a indústria

O diretor do Instituto FNP, José Vicente Ferraz, concorda que o consumidor é quem dita as regras do mercado. Segundo ele, há 15 anos tem crescido a demanda por alimentos que ofereçam praticidade e rapidez no preparo e que ofereçam segurança no consumo. ''''Esses dois parâmetros, exigidos pelo consumidor, têm direcionado o desenvolvimento de alimentos, o que vale para a carne'''', diz. ''''Mas, além de novos parâmetros, o consumidor continua exigindo qualidade, que pode ser traduzida por maciez, suculência e teor de gordura.''''''''Todo investimento feito na base da cadeia deve atender às necessidades dos agentes, principalmente, para satisfazer os consumidores'''', afirma o diretor de relacionamento com investidores do Grupo Marfrig, Ricardo Florence. ''''Esses são os grandes responsáveis por todo o trabalho em prol da qualidade da carne realizado pelos pecuaristas e frigoríficos.''''

O Estado de S.Paulo

07 de agosto de 2007 | 23h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.