Existe suborno do bem?

O que o mundo do futebol chama de "mala branca" não chega a ser tão grave quanto aquela corrupção em que o subornado ganha para não cumprir com suas obrigações no trabalho. Não é, por exemplo, como pagar ao guarda para escapar de multa por excesso de velocidade. A "mala branca" é justo o contrário: uma grana que alguém recebe por fora do salário para exercer seu ofício com aplicação e dignidade.

, O Estadao de S.Paulo

25 de novembro de 2009 | 00h00

É isso que, acusa o Flamengo, os jogadores do Goiás teriam embolsado para arrancar um empate e a liderança rubro-negra no Maracanã. Pode até ser, mas vale lembrar que o adversário já vinha protagonizando, a troco de nada, alguns dos melhores e dos piores momentos do campeonato. Perdeu para quase todos os times da zona de rebaixamento, chegou à vice-liderança na 21ª rodada, deu de 4 no Corinthians, apanhou de 4 do Palmeiras, tem o terceiro ataque mais positivo e a terceira defesa mais vazada da competição, além de um jogador, o Léo Lima, que é craque e perna-de-pau, alternadamente - e não necessariamente nesta ordem -, no meio campo de seu time.

Cá pra nós, não há mala branca que possa ter influência num negócio tão imprevisível quanto esse Goiás x São Paulo do próximo domingo. Ou não, né?

O ROCK ERROU

Não causou surpresa no mundo da música a figura de Silvio Berlusconi na capa da revista Rolling Stone dedicada à "estrela do rock" de 2009 na Itália. O rock italiano sempre foi uma porcaria!

NAPOLITANA

Acabou em pizza a greve de fome do refugiado Cesare

Battisti. Foi mais um duro

golpe nesta forma já tão

desmoralizada de protesto.

Calma, gente!

Falta só 1 mês para o Natal e nada indica que a festa será adiada ou cancelada. Relaxa, vai!

Nome de protagonista

Evidentemente que não vai dar em nada a nova série de denúncias sobre o uso de notas fiscais frias e empresas fantasmas na prestação de contas no Congresso, mas alguns dos nomes que ganharam visibilidade com o escândalo já valem uma boa investigação. O deputado baiano Uldurico Pinto, por exemplo, deve ser um personagem riquíssimo de histórias pra contar. Parece saído da obra de Dias Gomes!

34 bico largo

Corre no Congresso o boato de que Mahmoud Ahmadinejad calça o mesmo número de sapato de ACM Neto. Será?

Ah, coitado!

A cúpula do PSDB já decidiu: vai esconder FHC na campanha eleitoral de 2010. O ex-presidente precisará muito do carinho dos filhos para superar a rejeição.

Depois do apagão e do Rodoanel...

Pode até não ter sido um raio que derrubou ontem à tarde o sino da torre do relógio da Praça da Sé, mas, até o fechamento desta coluna, a Prefeitura de São Paulo não tinha explicação melhor para o desabamento. A desculpa da viga mal colocada, no caso, não vai convencer ninguém. Melhor o raio, né não?

Jeitinho carioca

Miniapagão no Rio pode ser prenúncio de rodízio de blecaute no verão. Um dia falta luz em Ipanema, outro em Copacabana...

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.