Explosão de válvula deixa dois feridos na sede da Fiocruz

Vítimas foram socorridas antes da chegada dos bombeiros e ainda não há informações sobre o estado de saúde delas; válvula era ligada a tanque de nitrogênio

Paulo Roberto Netto, O Estado de S.Paulo

03 Maio 2018 | 13h14

SÃO PAULO -  Duas pessoas ficaram feridas após a explosão de uma válvula ligada a um tanque de nitrogênio na sede da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no bairro Manguinhos, zona norte do Rio. O acidente ocorreu na manhã desta quinta-feira, 3.

+ Incêndio atinge galpão de adereços de escolas de samba

Segundo o Corpo de Bombeiros, as vítimas já tinham sido socorridas quando os militares chegaram no local. Ainda não há informações quanto ao estado de saúde delas. Os bombeiros foram informados de vazamentos da válvula antes da explosão, que não atingiu o tanque de nitrogênio.

+ Incêndio atinge galpão de rede de farmácias no Rio

Localizada na área externa da Fundação, a explosão não acarretou danos à infraestrutura do prédio.

Mais conteúdo sobre:
Fiocruz

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.