Explosão em depósito de armas mata 10 na República Democrática do Congo

Uma explosão em um depósito de armas na República Democrática do Congo matou pelo menos 10 pessoas perto da terceira maior cidade do país nesta sexta-feira, de acordo com uma autoridade do governo local.

Reuters

24 de janeiro de 2014 | 17h40

A explosão ocorreu depois que um raio aparentemente provocou um incêndio no depósito perto de Mbuji-Mayi, um centro de mineração de diamantes e capital da província de Kasai-Oriental.

O porta-voz do governador local, Vicky Kazumba, disse que granadas armazenadas no depósito explodiram e caíram sobre a cidade, a cerca de 6 quilômetros de distância.

"Eu vi 10 mortos na cidade e talvez cinco feridos... O estrago perto do depósito será pior."

Não havia informação imediata sobre vítimas em uma base militar próxima do depósito e lar de muitas famílias de militares. Kazumba e duas outras fontes locais disseram que a explosão parece ter sido causada por um relâmpago.

"Quando o depósito explodiu, granadas voaram em todas as direções", disse o presidente da organização da sociedade civil local, Jean Alexis Kasuasua. "Há muitos feridos, há feridos graves, amputados. Também há mortos, mas ainda estamos verificando números. Parece que o depósito pegou fogo depois que um relâmpago causou um enorme impulso elétrico."

Mbuji-Mayi é o coração da indústria de mineração de diamantes da República Democrática do Congo, em direção à fronteira sul com Angola.

O país é rico em recursos naturais, incluindo cobre, cobalto e ouro, bem como diamantes, mas décadas de guerra e corrupção desenfreada deixaram a maioria dos 65 milhões de congoleses vivendo na extrema pobreza.

(Reportagem de Peter Jones)

Mais conteúdo sobre:
RDCEXPLOSAMATA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.