Explosão em espaçoporto particular mata 3 na Califórnia

A explosão aconteceu no Aeroporto e Porto Espacial de Mojave, onde uma empresa testava motores de foguete

DAN WHITCOMB, REUTERS

27 Julho 2007 | 15h14

Três pessoas morreram e outras três ficaram gravemente feridas numa explosão que atingiu na quinta-feira as instalações de testes de foguetes operadas pelo pioneiro dos vôos espaciais comerciais, Burt Rutan, na Califórnia, disseram fontes oficiais. A explosão aconteceu no Aeroporto e Porto Espacial de Mojave, onde a Scaled Composites testava o motor de um foguete, afirmou Tony Diffenbaugh, representante do corpo de bombeiros de Kern County. Segundo ele, duas pessoas morreram na hora na explosão, e quatro outras foram socorridas num hospital próximo. Um dos feridos morreu depois de ser submetido a uma cirurgia, segundo o Los Angeles Times. O complexo foi imediatamente fechado. "O que nossas unidades encontraram foram seis vítimas de uma aparente explosão, com várias lesões decorrentes de traumas e queimaduras", afirmou Diffenbaugh. Imagens da TV mostraram equipamentos e veículos destruídos. De acordo com Diffenbaugh, a explosão envolveu a substância óxido nitroso. Os bombeiros tiveram de esperar horas para entrar no local, por causa do risco. Rutan disse numa entrevista que a causa da explosão é desconhecida. Rutan aliou-se ao bilionário da Microsoft Paul Allen e ao magnata da aviação Richar Branson para criar uma empresa de turismo espacial. Em 2004, uma espaçonave da empresa de Rutan fez o primeiro vôo tripulado ao espaço totalmente financiado pelo capital privado. O aeroporto de Mojave, inaugurado em 1935, também abriga a Escola Nacional de Pilotos de Teste, o maior centro civil desse tipo no mundo. O local já foi usado como cenário para vários filmes e séries de TV, como "Duro de Matar 2" e "Waterworld."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.