Explosão mata embaixador da Palestina em Praga

A polícia tcheca revelou nesta quarta-feira que uma explosão em Praga matou o embaixador palestino no país, Jamel al-Jamal. Ele estava em seu apartamento com a família no momento da explosão, de acordo com o porta-voz da embaixada da Palestina, Nabil El-Fahel.

Agência Estado

01 de janeiro de 2014 | 14h02

Jamel ll-Jamal foi levado às pressas ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos, disse a porta-voz da polícia, Andrea Zoulova. O Ministério de Relações Exteriores da Palestina informou que a explosão ocorreu no momento em que o diplomata de 56 anos de idade manuseava o cofre de seu escritório.

Não ficou imediatamente claro como os explosivos chegaram ao local. Conforme o ministério, o caso está sendo investigado.

A porta-voz do serviço de resgate de Praga, Jirina Ernestova, disse que o embaixador palestino foi colocado em coma induzido quando chegou ao Hospital Militar de Praga. O apartamento do embaixador na cidade fica no bairro de Suchdol. Fonte: Dow Jones Newswires.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.