Expo Araçatuba: balanço é positivo

Para organizadores, reação no preço do boi gordo estimulou as vendas de animais em leilões

O Estado de S.Paulo

18 Julho 2007 | 05h13

A recuperação dos preços do boi gordo teve reflexos positivos nos leilões da 48ª Exposição Agropecuária de Araçatuba (SP), encerrada no domingo. A maioria dos remates teve 100% de liquidez, segundo o presidente do Sindicato Rural da Alta Noroeste (Siran), Alfredo Ferreira Neves Filho. Na avaliação de Lourenço Campo, da Central Leilões, empresa responsável por 11 dos 20 pregões realizados durante a feira, com o preço do boi gordo firme, o pecuarista pôde investir em qualidade. Embora não tenha fechado o balanço das vendas, Campos informa que os seis primeiros remates organizados pela sua empresa comercializaram cerca de 2.500 animais e faturaram R$ 3 milhões. Pelos cálculos da leiloeira, dentre os pregões o de maior faturamento foi o Indian Baby, que ofertou 30 bezerras elite da raça nelore, arrematadas pela média de R$ 32 mil. O Leilão Criadores Paulista, que também comercializou animais nelore de elite, alcançou faturamento de R$ 434 mil e média de R$ 14 mil. CAMPEÕES A vaca nelore Expensive Woman 44 DA 2M, da Fazenda Estância 2M, de Barretos (SP), da organização Mamed Mussi, conquistou o título de Grande Campeã de 2007 na pista de julgamento. O touro brahman Capitólio 847 Mak, pertencente ao rebanho da atriz Regina Duarte e de seu marido Eduardo Lippincott, foi o Grande Campeão da raça na pista de julgamento de Araçatuba. O animal, de dois anos e meio e 1.112 quilos, foi o reservado grande campeão na Expozebu, realizada em maio deste ano, em Uberaba (MG).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.