Exportação de café verde do Brasil cairá em 2009-Cecafé

O Brasil exportará 25,1 milhões de sacas de café verde em 2009, queda ante o recorde de 26,09 milhões de sacas de 2008, previu nesta quinta-feira o Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé). As vendas externas do maior exportador mundial devem cair neste ano em relação a 2008 devido a uma safra menor estimada para a temporada 2009/10, por causa do ano de baixa do ciclo bianual do arábica, avaliou o Cecafé. Também nesta quinta-feira, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) estimou a safra de café 09/10 do Brasil em 37,8 milhões de sacas, média do intervalo da previsão da estatal, de 36,89 a 38,79 milhões de sacas. Veja detalhes no link Em 2008/09, o Brasil colheu 46 milhões de sacas, segundo a Conab. Segundo o diretor-geral do Cecafé, Guilherme Braga, apesar da queda prevista no volume, há perspectivas otimistas em relação ao preço, o que ajudariam a sustentar a receita. "Há expectativa de que os próximos meses mostrem recuperação, com adequação aos fundamentos do mercado, que exibem um bom equilíbrio entre a produção e a demanda mundial", disse Braga. O Cecafé prevê receitas de 3,85 a 4,05 bilhões de dólares com as exportações neste ano, contra 4,15 bilhões de dólares em 2008. As exportações de café arábica em 2009 foram estimadas em 23,25 milhões de sacas, ante 24,02 milhões em 2008. Já as do robusta foram estimadas em 1,85 milhão de sacas, contra 2,06 milhão de sacas no ano passado. Apesar da queda nas exportações, o Cecafé prevê que o Brasil manterá a sua participação no mercado internacional em torno de 30 por cento. (Por Roberto Samora)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.