Exportador de grãos entrará na Justiça contra greve de fiscais

A associação que representa exportadores de soja e milho do Brasil vai entrar com ação na Justiça contra a greve dos fiscais agropecuários, pedindo que sejam garantidos os embarques de grãos, que estão ameaçados pela paralisação que começou na segunda-feira.

Reuters

08 de agosto de 2012 | 16h52

O mandado de segurança será solicitado até sexta-feira na Justiça Federal em Brasília pelos advogados da Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec).

A paralisação dos fiscais agropecuários já afeta o abate de animais e o transporte de carnes no país, ameaçando o abastecimento e exportações, segundo associações da indústria.

O sindicato dos fiscais afirma que, em média, 30 por cento dos servidores estão trabalhando nos portos brasileiros.

Sem a autorização emitida pelos fiscais, os carregamentos de grãos não podem ser liberados.

A Anec informou que, por ora, ainda não há notícias de embarques afetados, mas destacou que a ação na Justiça é preventiva.

(Reportagem de Gustavo Bonato)

Mais conteúdo sobre:
COMMODSGREVEANECLEGAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.