Falha no iOS deixa iPhones e iPads vulneráveis a ataques, diz empresa

Pesquisadores de segurança cibernética alertaram que um problema no sistema operacional da Apple, o iOS, deixa a maior parte dos iPhones e iPads fique vulnerável a ataques de hackers, que podem acessar dados sensíveis e controlar os aparelhos.

REUTERS

10 Novembro 2014 | 18h17

A empresa de segurança FireEye publicou detalhes sobre a vulnerabilidade em seu blog nesta segunda-feira, dizendo que o problema permite que hackers acessem aparelhos persuadindo usuários a instalar aplicações maliciosas por meio de mensagens de texto, e-mails e links.

Os aplicativos podem então ser usados para substituir aplicativos genuínos e confiáveis que foram instalados por meio da App Store, incluindo programas de e-mail e de bancos, por meio de uma técnica que a FireEye chama de "ataque mascarado".

Esses ataques podem ser usados para roubar senhas de bancos e de e-mail ou outros dados sensíveis, segundo a FireEye, conhecida no meio de segurança cibernética por suas pesquisas.

"É uma vulnerabilidade muito poderosa e fácil de explorar", disse o pesquisador da FireEye Tao Wei em entrevista.

Porta-vozes da Apple não foram alcançados para comentar.

Wei disse que a FireEye apresentou a vulnerabilidade à Apple em julho e que representantes da empresa disseram que estavam trabalhando para consertar o problema.

(Por Jim Finkle)

Mais conteúdo sobre:
TECH APPLE BUG*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.