Falsa médica é presa em flagrante na cidade de Cotia

Investigadores do 2º Distrito Policial de Cotia, região oeste da Grande São Paulo, detiveram, em flagrante, no final da tarde de ontem, uma boliviana, de 28 anos, suspeita de usar documentos falsos e exercer ilegalmente a profissão de médica aqui no Brasil. O flagrante ocorreu segundos depois da estrangeira atender um idoso, paciente com problemas coronários, na Unidade Municipal Básica de Saúde, no Parque São George, região da Granja Viana, em Cotia.Segundo o delegado Alexandre Miguel Palermo, no momento em que foi presa, a boliviana apresentou documentos que supostamente comprovariam sua formação universitária em medicina na Bolívia, mas, como a denúncia é de que a jovem não seria médica, a polícia agora vai apurar a legitimidade de seus documentos profissionais e pessoais. A boliviana, que teria admitido estar irregularmente no Brasil há 5 meses, cobria plantões no posto de saúde havia um mês.

Agencia Estado

24 de agosto de 2007 | 07h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.