Falso empresário é preso em Itapetininga-SP

Um homem se fazia passar por um bem sucedido empresário para manter relacionamentos e depois aplicar golpes em mulheres de Itapetininga (SP). Pelo menos cinco mulheres foram enganadas e tiveram prejuízos de até R$ 50 mil. O falso empresário, Amarildo Donizete Chagas, foi preso hoje pela Polícia Civil. Ele também se fez passar por advogado, engenheiro e até pastor evangélico.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agência Estado

19 Junho 2011 | 18h35

De acordo com a polícia, o acusado escolhia as vítimas - geralmente mulheres divorciadas e ricas -, e se aproximava em eventos sociais. Bem vestido, ele usava carros de luxo alugados para impressionar as vítimas. Durante o relacionamento, fazia com que as namoradas assumissem empréstimos e dívidas em seu nome. Em alguns casos, furtava e falsificava cheques das mulheres. Também usava vários celulares e, depois aplicar o golpe, ele desaparecia. Chagas vinha sendo monitorado desde o ano passado pela polícia.

Mais conteúdo sobre:
golpe homem mulher SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.