Falta de antenas não gera risco para implantação do 4G, diz Telefônica

As dificuldades para instalação de antenas permanece no centro das discussões entre operadoras de telecomunicações e o governo, mas não deverá afetar a implantação de redes de quarta geração de telefonia móvel (4G), segundo o diretor-geral da Telefônica Vivo, Paulo Cesar Teixeira, nesta quarta-feira.

Reuters

21 de novembro de 2012 | 13h24

"Não vemos (risco para o 4G). Estamos trabalhando, é um esforço muito grande e o governo está apoiando", disse ele a jornalistas, após participar do evento Ericsson Business Innovation Forum.

"A gente está vendo de forma positiva a questão das antenas, até porque o governo está interessado em apoiar esse tema."

As operadoras de telefonia móvel reclamam das regras em muitas cidades que dificultam a instalação de novas antenas, e afirmam que isso dificulta a melhora do tráfego em suas redes.

(Por Roberta Vilas Boas)

Tudo o que sabemos sobre:
TELECOMTELEFONICAANTENAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.