Falta de concurso e veto a nomeação são problemas

Além do bloqueio do sistema que impede o cadastro e pagamento de substitutos, as instituições federais de ensino enfrentam outros gargalos. Os principais são a ausência de novos concursos públicos e a proibição de que docentes já aprovados sejam nomeados. As medidas integram o pacote de ajuste dos gastos do governo, que previu corte de R$ 50 bilhões para 2011.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.